simone villa

arquiteturaurbanismodesigncomportamentoqualidadeambientalfuncionalidadeflexibilidademodosdemorardomesticidadeavaliaçãopós-ocupaçãoeficiênciatecnologi

PROJETOS


(2015-2017) PROJETO
 MORA[2] VERTICAL

(2014-2016) PROJETO MORA[2] HORIZONTAL

(2010-2013) PROJETO MORA[1]

(2009-2010) Residência Liane Chaves Residência Unifamiliar na cidade de Ribeirão Preto. A proposta projetual foi baseada nas seguintes premissas: flexibilidade espacial, funcionalidade, adequação ambiental, exploração do entorno imediato. Formalmente buscou-se uma arquitetura ortogonal com o uso de volumes retangulares de diferentes pesos obtidos através das materialidades: concreto, pedra e alvenaria. 250m² – Ribeirão Preto.

(2008) Projeto Singular: Trata-se de uma proposta nascida a partir de estudos sobre a composição atual da sociedade brasileira, renda, faixa etária e modos de vida. Desta forma, fez-se uma proposta para um segmento emergente, que são os singles e casais sem filho e dupla renda, os quais se constatou, não encontravam no mercado unidades de habitação configuradas a seus modos de vida. O projeto então busca contemplar os hábitos desta população dispondo de espaços adequados a seu cotidiano. 138m² – Ribeirão Preto.

(2008) Apartamento Rendrik e Fabíola: Projeto de lay-out e desenho de mobiliários em edifício com primeira ocupação. Foram feitas adequações de planta, com demolições e reconstruções. 198 m² – Ribeirão Preto.

(2007) Residência João Bizário: Residência para single, aliando possibilidades de trabalho, recolhimento e recepção de amigos. O espaço projetado constitui-se por dois blocos que se cruzam em ângulo oblíquo em torna da piscina, abrindo-se totalmente para este espaço. Buscou-se como premissa de projeto a fluidez espacial, com o mínimo de compartimentação entre os espaços e suas funções. 178m² – Ribeirão Preto.

(2006) Plano Diretor de Cravinhos. O escritório atuou conjuntamente com a equipe técnica da FUNDACE/USP no processo de elaboração do Plano Diretor Municipal. Atuou na condução de estudos e relatórios tratando dos aspectos físicos e ambientais, bem como na coordenação das audiências públicas ocorridas neste processo. Coordenou também a equipe na redação da minuta da lei do Plano. Cravinhos.

(2006) Loja Nadir Acessórios. Elaboração de lay-out e desenho de mobiliário em loja especializadaem semi-jóias. Foram elaborados estudos voltados à funcionalidade e fluxos do ambiente de trabalho, bem como das áreas de exposição de mercadorias. 60 m² – Sertãozinho.

(2005) Residência Marta Alves. Elaboração de projeto para reforma residencial. Em uma casa com 30 anos de construção foram atualizadas as instalações elétrica e hidráulica e remodelando o lay-out com demolições e reconstruções que visaram descompartimentar os espaços e deixar a residência mais espaçosa.

(2005) Estudos de viabilidade para edifício de apartamentos. Elaboração de estudos para aferir a viabilidade para investidores do setor imobiliário com finalidade de edifício multifamiliar vertical.  Projeto não edificado. 5800m² – Sertãozinho.

(2004) Residência Adriano e Josi. Residência unifamiliar. Projeto que privilegia a ligação entre áreas internas e externas da residência. Buscou-se fazer das áreas de lazer uma extensão da própria casa, com conforto térmico e tratamento paisagístico. 264m² – Sertãozinho.

(2004) Imobiliária Ribran. Conversão de edifício residencial com finalidade de abrigar as novas atividades da imobiliária. Foram feitas demolições e reconstruções visando adequar as atividades da imobiliária com áreas de atendimento ao cliente e expediente. Foram também elaborados os desenhos de mobiliários e lighting design. 155 m² – Sertãozinho.

(2004) Residência Cláudia. Projeto residencial para família monoparental, com consultório odontológico anexo. Foram também desenvolvidas as planilhas orçamentárias para financiamento Caixa. Projeto não edificado. 223 m² – Sertãozinho.

(2003) Residência Nadir. Reforma residencial para single, privilegiando a diminuição de compartimentação na casa. Criação de área de integração e recepção de pessoas. Foram elaborados desenho de mobiliário e lighting design. 210m2 – Sertãozinho

(2002) Escola Infantil Tia Lú. Reforma e ampliação de espaço escolar. Projeto para nova unidade anexa a unidade pré-existente, interligando-as. Foram elaborados projetos para 5 novas salas de aula com possibilidade de ampliação futura. 350m ² Ribeirão Preto.

(2002) Residência Alex. Residência unifamiliar onde foram elaborados desenho de interiores, com projeto de mobiliários, estudos de cores, lighting design e paisagismo. 310m² – Ribeirão Preto.

(2001) Residência Dalva e Antônio. Elaboração de projeto de residência unifamiliar para família cujos filhos, em idade adulta já não moravam com os pais, mas reuniam-se com regularidade, ensejando um espaço amplo e agradável que abrigasse estas atividades. 336 m² – Ribeirão Preto.

(2000) Residência/clínica médica Mirian e Dilemar. Desenvolvimento de projeto para casal com expectativa futura de filhos. O projeto também contou com uma clínica médica, cujo desafio era estar ao mesmo tempo integrada a casa, mas com acessos de públicos e linguagens arquitetônicas distintas.  286 m² – Barrinha.

(2000) Residência Olívio e Eliene. Desenho de interiores para apartamento servindo a uma família. Foram desenvolvidos desenho de mobiliário, estudos de cores, lighting design e paisagismo. 155m² – Sertãozinho.

(1999) Residência Fernando e Fabíola. Residência para casal com expectativa futura de filhos. Residência com programa compacto visando facilitar as tarefas do dia a dia, sem, no entanto deixar de atender as expectativas espaciais do casal. 243m² Sertãozinho.

(1999) Flat Maní. Reforma em unidade habitacional tipo Flat onde foram desenvolvidos desenho de mobiliário, estudos de cores, lighting design e paisagismo. 60 m² – Ribeirão Preto.

(1998) Colégio Quarup.  Reforma e ampliação de colégio de 2° grau com reformulação da identidade visual e ampliação de salas de aula e reformulação das áreas externas de convívio e laboratórios. 600 m ² – Sertãozinho.

(1998) Residência Néia. Projeto arquitetônico de residência unifamiliar com salão de estética anexo. Destaca-se no projeto a solução do programa em um terreno bastante exíguo, sem comprometer a fluidez espacial e a iluminação natural. 210 m ² – Sertãozinho.

(1998) Residência Toninho. Estudos e projeto para residência de single. Desenho conceitual a partir da obra literária de Antônio Callado. 186 m² – Sertãozinho.

(1998) Residência Marco e Lara. Projeto de residência unifamiliar que teve como característica a exigüidade do terreno e como premissa a possibilidade de construção em etapas, conforme o crescimento da família. 198 m² – Sertãozinho.

(1997) Estudos para a revitalização do centro de Sertãozinho. Elaboração de estudos preliminares visando à revitalização do centro da cidade. Foram feitos estudos de viabilidade econômica, desenho urbano, estudos de tráfego, iluminação e mobiliário. (projeto não executado) 60000m² – Sertãozinho.

(1997) Residência Ênio. Estudo projetual de viabilidade para edificação de residência unifamiliar. Obra não executada. 210 m² – Sertãozinho.

(1996) Residência José Carlos e Marta.  Estudo projetual de viabilidade para edificação de residência unifamiliar. Obra não executada. 306 m² – Sertãozinho.

(1996) Mulitcanal Telecomunicações. Projeto de Área técnica, administrativa e de atendimento a clientes de empresa de Tv a cabo. Foram elaborados lay-out e logística, além de lighting design e desenho de interiores. 820m² – Ribeirão Preto.

(1996) Unimed Ribeirão Preto. Projeto para implantação de unidade de atendimento junto ao Banco Bandeirantes – Rua Bernardino de Campos. Fora elaborados lay-out, desenho de mobiliário, estudo de cores e iluminação, além da programação visual. 45 m² – Ribeirão Preto.

(1996) Banco Bandeirantes S.A. Projeto de posto de atendimento junto à sede da Unimed – Rua Lafayete. Foram elaborados lay-out, desenho de mobiliário, iluminação e estudo de cores. 38 m² – Ribeirão Preto.

(1996) Edifício R. João Nutti. Projeto arquitetônico para edifício multifamiliar, que teve como desafio a exigüidade do terreno frente a um extenso programa. Além do projeto arquitetônico foram elaborados estudos de lay-out e iluminação. 850 m² -Ribeirão Preto.

(1995) Loteamento Marinas Village. Elaboração de traçado para loteamento de alto padrão junto a Escarpas do Lago. Também foram elaborados projetos arquitetônicos e de implantação do clube do loteamento e de 3 unidades habitacionais piloto. 450000 m² – Capitólio – MG.

(1995) Residência Luiz e Mariza. Projeto de reforma residencial para casal sem filhos. Privilegiou-se a ampliação das áreas ajardinadas e dos espaços de convívio, bem como a abertura de espaços internos descompartimentados. Foram elaborados também desenho de mobiliário, paisagismo, estudo de cores e iluminação. 185 m² – Sertãozinho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s